A Indústria 4.0 se baseia em um conceito simples, englobando as principais inovações tecnológicas que estão em constante mudança. Mas antes de realmente conceituar a Indústria 4.0, precisamos introduzir o contexto de Revolução Industrial.

A 1ª Revolução Industrial aconteceu em 1780, com o aprimoramento de máquinas a vapor e a criação do tear mecânico. 90 anos depois, a 2ª Revolução Industrial se apresentou, tendo como base a utilização do aço, da energia elétrica, motores elétricos e também combustíveis derivados do petróleo. 100 anos depois, uma nova Revolução Industrial aparecia, a 3ª no caso, partindo do avanço da eletrônica, utilizando sistemas computadorizados e robóticos para manufatura. Chega de Revolução Industrial? Não! Como estamos atualmente? Passando pela 4ª…

É isso mesmo, estamos na Quarta Revolução Industrial, passando por inovações tecnológicas em diversos campos, sendo de controle e automação, tecnologia, informação e também otimização e eficiência nos processos de manufatura.

E como a 4ª Revolução Industrial está ligada a Industria 4.0? O processo de industrias que utilizam essas novas tecnologias para se tornarem mais eficientes, autônomos e customizáveis faz com que elas estejam passando pela 4ª Revolução Industrial, participando ativamente desse processo e estando sempre em constante mudança.

 

Figura 1: A imagem representa bem as áreas em que a Industria 4.0 é composta.

Muito provavelmente você já viu ou ouviu que é possível controlar carros e fazer cirurgias remotamente, através de aplicativos online e programas mais complexos de desenvolvimento. Estamos cercados de novas tecnologias e a todo o momento chega algum produto inovador facilitando ainda mais nossa vida.

Você já deve ter percebido que muitos dos maquinários que existem hoje são automatizados para facilitar o dia-a-dia das pessoas, padronizar produtos e principalmente manter os operadores em segurança.

Felizmente ou não, muitas máquinas estão fazendo o que as pessoas fazem de maneira mais rápida e com mais precisão, gerando desemprego. Em contrapartida, estimula as pessoas a se atualizarem em relação a tecnologia e procurar desenvolver novas habilidades para poderem manipular essas novas máquinas.

Quem atinge? Todos nós somos atingidos por vários níveis de tecnologia, sendo conversar por telefone móvel, enviar arquivo de trabalho online, até vídeo chamada já é comum a maioria das pessoas e a maioria delas não consegue viver sem essas facilidades que já estão impregnadas na nossa vida.

Figura 2: Interconectividade, Informação e Automatização.

E se tratando de tecnologia, a engenharia é quem mais mostra resultados, pois além de otimizar máquinas, ela necessita alinhá-las com softwares para gerenciar as atividades realizadas. Cada vez mais, essa automatização fica mais limpa e de fácil manipulação.

 

Por fim, concordamos que a Industria 4.0 é um processo fundamental para o desenvolvimento e evolução da sociedade, apesar de diminuir a mão de obra das pessoas, as qualifica. Tornando a Indústria um ambiente cada vez mais competitivo e inovador. Por isso sugerimos que você, tanto empresário, quanto funcionário de uma empresa, busque e se mantenha conectado com a inovação e seja resiliente com as mudanças que o mercado pode proporcionar.